dlna

 

Construindo seu próprio servidor de mídia DLNA

Olá pessoal tudo bem? Hoje irei ensiná-los como transformar um computador, que pode ser até aquele PC antigo, triste, encostado, que não roda mais o OS do tio Bill Gates, em um servidor de mídia streaming DLNA. Utilizaremos uma distro Debian 8 – Jessie sem interface gráfica para configurar os serviços.

 

O que é DLNA?

A DLNA (sigla para Digital Living Network Alliance), ou em tradução livre, Aliança para Redes Domésticas Digitais, é uma organização constituída por empresas associadas, com a finalidade de estabelecer diretrizes baseadas em padrões tecnológicos já existentes, objetivando garantir a interoperabilidade entre eletrônicos conectados em uma rede doméstica, de modo que estes possam trocar arquivos de mídia entre si utilizando a rede em questão, ou seja, o usuário seria capaz de acessar e reproduzir seus arquivos de mídia de um computador por exemplo, através de uma TV, um tablet, smartphone, entre outros, desde que esses se encontrem conectados na mesma rede.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/DLNA

 

O DLNA é uma maravilha, com essa tecnologia, você pode buscar toda sua mídia de qualquer dispositivo compatível dentro de sua rede, seja ela cabeada ou Wi-Fi. Por exemplo, eu utilizo minha Smart TV para assistir o conteúdo do meu servidor, mas poderia utilizar notebooks, tablets, smartphones etc.

Nos testes que executei, com um roteador TP-LINK TL-WR740N, o mais básico que existe, de 150Mbps teóricos, o servidor conseguiu transmitir para 2 smartphones, um notebook, uma Smart TV e um PC simultaneamente sem travar o vídeo, ou seja, dá para a mamãe, papai, irmão, papagaio usar o servidor ao mesmo tempo sem problemas.

 

Hardware que utilizei:

Processador: Intel(R) Core(TM)2 Duo CPU E4500 @ 2.20GHz

Memória: 2 GB DDR2

HD: 2 TB

 

Sistema Operacional:

Debian 8.4 – Jessie

 

Serviços:

DLNA

SAMBA

 

Pessoal, não vou abordar a instalação do Debian 8 aqui, quem não está acostumado com Linux faça uma pesquisa no infinito conteúdo da nossa rede mundial de computadores.

 

Antes de tudo, atualize o sistema:

apt-get update && apt-get dist-upgrade

 

Pacotes necessários:

apt-get install minidlna

apt-get install samba

 

1) Definir um ip fixo para o servidor.

Abra o arquivo /etc/network/interfaces com seu editor de texto preferido, eu gosto do vim.

vim /etc/network/interfaces

 

# The loopback network interface

auto lo

iface lo inet loopback

auto eth0

iface eth0 inet static

address 192.168.200.2

netmask 255.255.255.0

network 192.168.200.0

broadcast 192.168.200.255

gateway 192.168.200.1

 

Defina o endereço do servidor conforme sua rede.

Salve o arquivo.

 

Reinicie o computador.

Shutdown -r +0

ou

shutdown -r now

ou

init 6

ou

reboot

ou

systemctl isolate reboot.target

Esqueci de algum? Kkk

 

2) Criar o diretório ou diretórios de mídia para o DLNA

Eu criei um único diretório e dentro deste crio quantas pastas precisar para separar o conteúdo, mas tem como configurar por tipo de mídia também (áudio, vídeo e imagem).

mkdir /home/dlna

 

3) Configurando o arquivo de configuração do minidlna.

vim /etc/minidlna.conf

 

#Defina aqui o diretório de mídia para o servidor DLNA, você pode definir diretórios específicos #para audio, imagens e vídeos como no exemplo abaixo:

# * "A" para audio (eg. media_dir=A,/var/lib/minidlna/music)

# * "P" para imagens (eg. media_dir=P,/var/lib/minidlna/pictures)

# * "V" para video (eg. media_dir=V,/var/lib/minidlna/videos)

media_dir=/home/dlna

# Diretório para o banco de dados de cache das imagens dos álbuns (álbum art).

db_dir=/var/cache/minidlna

# Diretório para armazenar os logs.

log_dir=/var/log

#Porta utilizada.

port=8200

#Nome exibido aos clientes.

friendly_name=Servidor de mídia

#Serial, deixe como está no seu arquivo default.

serial=681019810597110

# Descobrir automaticamente novas mídias.

inotify=yes

# Tipos de nomes para pesquisa de capas de álbum.

album_art_names=Cover.jpg/cover.jpg/AlbumArtSmall.jpg/albumartsmall.jpg

album_art_names=AlbumArt.jpg/albumart.jpg/Album.jpg/album.jpg

album_art_names=Folder.jpg/folder.jpg/Thumb.jpg/thumb.jpg

 

Salve o arquivo e force o início do DLNA:

/etc/init.d/minidlna force-reload

 

A partir daqui, seus dispositivos já podem encontrar seu servidor.

No Windows 10 em Meu Computador você já pode visualizar o servidor dlna

imagem dlna windows

 

4) Vamos mapear no samba o diretório /home/dlna usado no exemplo para poder enviar arquivos para o servidor.

4.1) Abra o arquivo de configuração do samba, vamos fazer uma configuração bem básica, só para enviar os arquivos para o servidor dos clientes.

vim /etc/samba/smb.conf

 

[global]

workgroup = servidor-midia

server string = Servidor de Mídia DLNA

netbios name = dlna

security = user

smb passwd file = /etc/samba/smbpasswd

encrypt passwords = true

 

[dlna]

comment = Diretorio de arquivos de mídia servidor DLNA

path = /home/dlna

read only = No

guest ok = Yes

valid users = dlna

 

Salve o arquivo.

 

4.2) Vamos adicionar o usuário dlna no samba.

Neste caso tenho um usuário chamado dlna do unix, estou permitindo acesso ao diretório somente a este usuário no samba e adicionando-o ao samba com o comando abaixo.

smbpasswd -a dlna

Escolha a senha.

 

4.3) Adicione o usuário minidlna ao grupo do usuário dlna para o servidor ter acesso a mídia.

gpasswd -a minidlna dlna

 

4.3) reinicie o samba

/etc/init.d/samba restart

 

 Agora é só acessar a rede e enviar seus arquivos de mídia do seu Sistema Operacional preferido e se divertir !!!

 Acessando do Windows:

Na busca: \\ip-do-servidor

rede windows

 

Acessando do gerenciador de arquivos no Linux:

Na barra de endereço: smb://ip-do-servidor

 

 

Abraços.